You are currently viewing Marketing de Conteúdo é para Vender?

Marketing de Conteúdo é para Vender?

Content Marketing estimula o engajamento | OVBK DigitalNão. A resposta é simples e o motivo para isso é ainda mais simples. Marketing de Conteúdo não existe diretamente para essa finalidade. Se você está produzindo conteúdo apenas para vender mais e divulgando seu propósito como argumento de venda, desculpe, você não entendeu nada do que essas duas coisas significam. E o pior, você pode estar dando um grande tiro no pé e perdendo um tempo precioso.

Antes que os gerentes de vendas queiram me sacrificar, peço calma. Sem vender, faturar, lucrar , qualquer negócio quebra. Isso é fato. Mas sem clientes ele sequer existe. Então é chegada hora de pensar mais no porque você está no mercado e principalmente porque alguém vai escolher seu produto ou serviço ao invés da concorrência. E cada vez menos as diferenças que determinam essas escolhas são apenas as características do produto ou seu preço.

Bom conteúdo é o que dá motivos para a escolha

É o fim dos 4p´s e é a hora e a vez do conteúdo ? Claro que não. É hora de passar a produzir conteúdo que responda às dores e dúvidas dos seus clientes e potenciais clientes. Sem medo de errar, posso afirmar que a venda cada dia mais passará a ser consequência do seu posicionamento e do conteúdo que você produz e divulga do que qualquer outro fator. Vendas e marketing não são nem nunca serão concorrentes mas a abordagem dos dois precisa ser diferente.

A qualidade do seu conteúdo é determinante para geração de oportunidades, sobretudo se estivermos falando de B2B. Esse texto começa com uma pergunta direta: conteúdo e propósitos são para vender?

E a resposta ser um sonoro não pode gerar dúvida em algumas pessoas. Mas o que importa aqui, de fato, é o conceito por trás da razão que faz você estar no mercado. E quem tem que que contar isso aos seus clientes e prospects é o seu conteúdo e não as suas estratégias de venda.

Seja claro e verdadeiro mas de uma forma irresistível

Separe as duas coisas, seu negócio agradece. Mas calma. Seu conteúdo tem que ter objetivos claros. E o primeiro deles é ser transparente. Claro e interessante ao ponto de fazer seu prospect ler, pensar e responder, seja ele na forma de um belo texto, uma imagem ou até mesmo um infográfico. Como bem diz Neil Patel, um dos maiores especialistas em marketing digital do mundo, o grande diferencial do conteúdo, além da sua qualidade, é que ele chegue à audiência no momento em que ela mais precisa.

Marketing de conteúdo é uma estratégia de marketing focada em produzir e distribuir conteúdo relevante para o público-alvo no momento em que ele mais precisa. Um importante braço de uma estratégia maior chamada de inbound marketing ou marketing de atração.

Neil Patel

Nunca abra mão da sua estratégia de marketing de conteúdo

Assim como em qualquer ação mercadológica, marketing de conteúdo exige estratégia, execução e mensuração. Esse ciclo deve ser contínuo e servir para ajustar seu conteúdo aos seus objetivos e aos resultados que ele proporciona. Essa estratégia começa na definição da persona, aquele cliente ideal, que no final das contas tem que ser a pessoa para a qual o seu conteúdo será produzido.

Ou seja, é para essa pessoa que você apresentará soluções para problemas, dúvidas e/ou necessidades dela. Mas tem que ser na hora certa, lembra-se? E para fazer na hora certa você já terá que ter descoberto o lugar certo. Além disso,muitas outras variáveis tem que ser levadas em consideração. Mas essas outras vou deixar para abordar no próximo artigo, onde trataremos um pouco mais profundamente a construção de personas.

Até a próxima.

Deixe um comentário